fbpx

Seletividade Alimentar: Perspectivas da Terapia Ocupacional e Integração Sensorial, Modelos de Tratamento e Intervenção.

Introdução

Curso Seletividade Alimentar: Perspectivas da Terapia Ocupacional e Integração Sensorial,
Modelos de Tratamento e Intervenção.

Atualmente, Terapeutas Ocupacionais que trabalham com diagnóstico e tratamento de Desordens de Processamento Sensorial recebem com muita frequência famílias que trazem como queixa principal ou motivo mais relevante para consulta e avaliação, os transtornos alimentares ou como mais popularmente chamado – a Seletividade Alimentar. Os mais recentes estudos indicam que há uma prevalência desses distúrbios alimentares que ocorrem em média em 25% das crianças com desenvolvimento neuro típico e em 35% das crianças com transtornos do neurodesenvolvimento (Volkert & Vaz, 2010). Os problemas mais encontrados nessas crianças são descritos como: inabilidade ou recusa na ingesta de alimentos ou a dificuldade de comer novos alimentos ou determinada variedade de tipos e texturas (Arts‐Rodas & Benoit, 1998). Desta forma, quando investigamos enquanto terapeutas ocupacionais a prevalência nos casos que chegam até nós, e através de nossos instrumentos de avaliação e observação clínica, encontramos uma íntima relação entre as Desordens de Processamento Sensorial e a Seletividade Alimentar. A Seletividade Alimentar dentro dessa perspectiva (como um problema de ordem sensorial) traz pontos de relevância em múltiplos sistemas, desta maneira, podemos encontrar questões de desordem de processamento olfativo e gustativo, aspectos táteis, visuais ligados à seleção dos alimentos além de questões proprioceptivas e posturais que podem interferir drasticamente no ato de comer. Sendo assim, esse curso tem como finalidade ampliar o olhar dos terapeutas ocupacionais sobre a importância de sua atuação na Práxis Oral e Alimentação – na perspectiva dos transtornos sensoriais que envolvem essa temática, além da análise dessa importante atividade de vida diária.

Objetivos

Levar o aluno a compreender a importância do profissional de Terapia Ocupacional no tratamento da Seletividade Alimentar na perspectiva das Desordens de Processamento Sensorial e como, dentro de nosso escopo profissional podemos avaliar, diagnosticar e tratar as questões relacionadas a essa temática. Para os demais profissionais da área da saúde, conhecimento sobre Seletividade Alimentar e a relação com as Desordens do Processamento Sensorial.

Data, Horário e Local

DATA E HORA (8H):
28/08 (sábado) – das 08:00 as 17:00 horas

Introdução às questões de Práxis Oral e Seletividade Alimentar na Perspectiva da Integração Sensorial de Jean Ayres:
• Conceituar e definir a origem dos problemas alimentares e sua multiplicidade de fatores dentro da classificação das desordens de transtorno sensorial;
• Definir a diferença de conceitos entre Dificuldades Alimentares e Seletividade Alimentar;
• Compreender como o Terapeuta Ocupacional deve se capacitar para ser um profissional que atua nessa problemática;
• Entender quais os aspectos a serem avaliados pelo Terapeuta Ocupacional;
• Co-relacionar as questões de Desordem de Processamento Sensorial e a Seletividade Alimentar;

Modelos de Intervenção na Seletividade Alimentar:
• Compreender a avaliação da seletividade alimentar dentro da Perspectiva da Integração Sensorial de Ayres – Raciocínio clínico sobre as Desordens do Processamento Sensorial que impactam na Alimentação;
• Definir as bases para o tratamento e intervenção das questões alimentares inseridas no Tratamento de Integração Sensorial de Ayres;
• Compreender as possibilidades para a implementação de estratégias de intervenção dentro da perspectiva da Integração Sensorial;
• Definir princípios dos principais modelos e abordagens de tratamento e a sua aplicação na prática clínica – apresentação dos fundamentos do “SOS – Aproach”, Modelos de Intervenção Direta, Consultoria e Estratégico;
• Análise e discussão de casos clínicos.

• Aulas 100% ao vivo através de videoconferência.
• Aulas teóricas online.
• Interação simultânea entre alunos e professores durante as aulas.

  • Graduados e estudantes de último ano de Terapia Ocupacional, que pretendem compreender a origem dos transtornos alimentares e da Seletividade Alimentar dentro do escopo da Terapia Ocupacional.
  • Graduados e estudantes de último ano de Medicina e Nutrição que buscam conhecimento sobre Seletividade Alimentar na perspectiva das Desordens de Processamento Sensorial.
  • Apostila digital enviada antes do início das aulas;
  • Certificado digital enviado após a conclusão do curso (haverá registro de presença digital).

Para melhor aproveitamento do curso, indica-se conhecimento introdutório em Integração Sensorial.

Requisitos Técnicos

Um computador ou dispositivo móvel com acesso à internet, endereço eletrônico (e-mail) o mesmo fornecido na inscrição, e boa conexão de internet (recomendável mínimo de 10 mega). Indica-se também possuir uma webcam / câmera para verificação de presença virtual, e microfone para interação durante as aulas (recursos estes que podem estar disponíveis no computador ou dispositivos moveis que o aluno já possua).

Investimento

INSCRIÇÕES ABERTAS

Boleto (enviado por e-mail)

R$ 495,00 – BOLETO à vista para 21/06 de 2021
R$ 550,00 – BOLETO parcelado em 3X para as datas fixas 21/06, 05/07 e 05/08 de 2021

Cartão de Crédito via PagSeguro (link enviado por e-mail após recebimento inscrição e conferência dos documentos):

R$ 550,00 – CARTÃO DE CRÉDITO parcelado em até 6X sem juros (via PagSeguro)
R$ 550,00 – CARTÃO DE CRÉDITO parcelado de 7 a 12X com juros (3,99% ao mês – via PagSeguro)

NA OPÇÃO BOLETO, AS PARCELAS SÃO DECRESCENTES COM O PASSAR DOS MESES. QUANTO MAIS PRÓXIMA A DATA DE REALIZAÇÃO DO CURSO, MENOR O NÚMERO DE PARCELAS. DEIXANDO PARA SE INSCREVER NO ÚLTIMO MÊS, O PAGAMENTO PASSA A SER EXCLUSIVAMENTE A VISTA. O encerramento das inscrições está previsto para 30 dias antes da realização do curso ou poderá ser antecipado caso esgotem as vagas.

null

Katiuscia Silva (Katú)

Terapeuta Ocupacional